NOTÍCIAS





Quantas pessoas veem seu anúncio na Zona Sul do Rio de Janeiro?

13 de Março de 2020


A mídia exterior exerce grande impacto no público e é a mídia que mais rapidamente atinge a massa da população. As pessoas, de uma forma geral, circulam pelos mesmos locais diariamente e veem as placas repetidamente. Além disso, a mensagem concisa e breve facilita a memorização. 

Vantagens: 

  • Custos: o investimento nesse tipo de mídia é praticamente nulo comparado a outros meios mais tradicionais. 
  • Oportunidades: a mensagem pode ser colocada nos momentos oportunos e sua substituição é relativamente rápida. 
  • Maleabilidade: Pode ser utilizada em uma extensão nacional, em uma cidade ou apenas em um bairro. 
  • Impacto, ação rápida e constante: impressiona pelo tamanho e pelas cores. Por ser uma mídia que passa a informação de maneira objetiva, as pessoas captam melhor a mensagem. Como as pessoas geralmente circulam diariamente pelas mesmas ruas, faz a ação ser constante. 
  • Massificação: Atinge todos os segmentos na mesma proporção. Mídia com penetração abrangente. 
  • Fixação: Em geral, as pessoas circulam pelos mesmos locais diariamente e veem as placas repetidamente. A mensagem concisa breve facilita a memorização. 

Na Zona Sul do Rio de Janeiro, a circulação é de 639.990, com média de pedestres/mês de 2.200.000 e população bairro de 46.670 (dados IBGE, bairro Leblon) 

A população flutuante dos bairros da zona sul varia entre 100.000 aos domingos e 1.000.000 na virada do ano novo. 

Bairros da zona sul possuem grande movimentação durante o dia e noite, com bares e restaurantes e grande volume de comércio e de turistas. 

Sem dúvida, a zona sul aceita a mídia exterior, possuindo um resultado positivo nas campanhas publicitária, porque além de divulgar, reforça abundantemente a marca ou produto anunciado, para um grande público segmentado.


Compartilhe: